Você já recebeu um e-mail de um blogueiro, youtuber ou influencer solicitando hospedagem em troca de divulgação?

Muitos hotéis recebem dezenas de propostas todas as semanas. E a pergunta de um de nossos cliente foi: “será que vale a pena?”?

Vamos responder essa questão!

Vale a pena receber Influencers no meu Hotel?

Primeira coisa a dizer é: sim, vale a pena! Mas…

depende do seu público e do perfil do influencer!

Vamos lá mais explicadinho:

Os influencers atingem um público muito definido nas mídias sociais. Vários atuam com temas gerais, outros apenas com moda, outros com viagens, outros ainda falam da vida materna, tecnologia, esportes, dia-a-dia da mulher, etc.

Digamos que seu público seja a maioria casais, de 30 a 40 anos, sem filhos e com renda superior a R$ 5 mil/mês. Um influencer casado (ou casal), com 32 anos, que mostra um dia-a-dia de uma vida saudável (fitness por exemplo) é interessante para seu negócio, diferente de uma influencer com 20 anos solteira ou uma mãe com 48 anos.

Deu para entender a diferença dos perfis? Esses perfis influenciam diretamente no retorno que você terá da campanha.

Como escolher certo um influencer para divulgar seu hotel?

Antes de aceitar um influencer veja sempre:

1) Público

Veja se o público que esse influencer atinge é similar ao seu.

2) Analise se esse influencer é relevante para o público

Nem sempre número de seguidores mostra que a pessoa tem influência real sobre seu público. Às vezes, é melhor contar com um influenciador que possui audiência menor mas é extremamente importante para determinado grupo.

3) Engajamento

Veja número de seguidores, visualizações e, principalmente, engajamento com os posts do influencer (e analise também se o engajamento não é fake, feito por outros perfis – sempre os mesmos – os apenas amigos).

Vale também dar uma olhada nos seguidores e ver se são perfis reais.

4) Conteúdo

Analise se o conteúdo produzido pelo influencer é de qualidade e se ele está alinhado com o que você quer passar, por exemplo: se ele faz tudo com humor, ou é sério, ou é muito polêmico, etc.

Cuidado com temas polêmicos, eles podem gerar haters sem necessidade para sua marca!

5) Publicações

Verifique se há publicações feitas por ele em parcerias com outras empresas – isso mostra uma seriedade do influencer. Se possível, converse com a empresa e veja o retorno obtido.

Isso tudo irá basear com mais segurança a sua decisão! 🙂

Agora vamos falar como fechar o acordo?

* Preço e acordo: para que não haja nenhum tipo de conflito, é fundamental definir muito bem o que você quer do influencer em troca da hospedagem (ou outros serviços). Se estiver contratando sem permuta, veja o preço pelo que ele oferece.

É preciso deixar bem claro e descrito:

  • preço (ou itens da permuta) – serviços em contrapartida do influencer
  • se o influencer irá sozinho ou com uma equipe (e quantas pessoas são)
  • datas e prazos
  • se haverá cupom de desconto exclusivo para os seguidores e audiência do influencer e qual o % e validade (isso gera retorno bem interessante!).

E, depois de definir tudo isso, é bom ter um contrato (mesmo que virtual), ou um Termo de Permuta de Hospedagem. O instrumento jurídico dá mais seriedade e profissionalismo a esse relacionamento.

Exemplo: em geral, para hospedagens de final de semana, a moeda de troca mais utilizada é:

  • 2 posts no feed com marcação do local e perfil
  • 6 stories com marcação de perfil
  • 1 artigo no blog com link para o site do hotel, ou 1 vídeo citando os contatos do hotel.
  • mas claro que tudo é negociável!!

Estipule também data e o horário em que o material será divulgado para que você possa compartilhar também no stories. 😉

Mensuração

Agora é hora de mensurar o retorno dessa ação de marketing! ?

1) Primeira coisa a monitorar é se a mensagem que seu hotel quer passar está adequada, com todas as informações corretas. Para isso, peça para visualizar os posts, artigos e vídeos, antes da publicação.

2) Acompanhe as redes sociais e os feedbacks: quantas curtidas, comentários e compartilhamentos tiveram em cada post. E se esses números estão de acordo (ou são superiores) aos demais posts realizados pelo influencer).

3) Veja se seu perfil nas redes sociais têm um aumento de seguidores e audiência, e de quantos % foi esse aumento (aumentos de 5 a 8% são considerados ótimos).

4) Analise o tráfego vindo do canal do influenciador através do Google Analytics (ou outro sistema que você usar). Nos dias das postagens e seguintes, o tráfego precisa aumentar!

5) Verifique o número de contatos e vendas gerados a partir do cupom de desconto ou link fornecido. Se houver reservas realizadas em valor superior ao investido para fornecer hospedagem (ou o valor contratado), já valeu a campanha de divulgação! 🙂

E lembre-se: sua marca será vinculada a esse influencer! Então, escolha certo! 😉

Gostaram das dicas sobre influencers na hotelaria? Se tiverem perguntas, podem mandar! 🙂