Você já se perguntou como alguns sites ficam posicionados na primeira página do Google sem a utilização de links patrocinados?

Faça um teste. Digite alguma palavra ou termo no Google, como “melhores hotéis”, por exemplo. Você perceberá que dois ou três links estarão na primeira posição devido aos anúncios pagos. Os outros links são encontrados através de busca orgânica.

Hoje, você entenderá o que significa SEO, SEM e como eles são responsáveis por elevar o posicionamento de uma página no Google. Confira!

SEO, o motivo pelo qual um site está posicionado em primeiro lugar!

SEO é uma sigla em inglês que significa Search Engine Optimization, traduzido para mecanismo de otimização de busca.

SEO nada mais é do que um conjunto de técnicas que visam melhorar o posicionamento orgânico de um site ou um blog em sites de buscas como o Google, por exemplo.

Utilizar técnicas de SEO é parte fundamental de um bom planejamento estratégico de marketing digital que visa dar mais destaque e visibilidade para uma empresa no mercado de trabalho.

O SEO pode ser basicamente dividido em 2:

  • SEO On Page: visa trabalhar a parte interna do site, utilizando técnicas como imagens com alt tags, metadescrição, uso adequado de palavras-chave, otimização de URLS, dentre várias outras;
  • SEO Off-Page: busca disseminar uma empresa através de links em sites parceiros.

Ficou confuso? Vamos falar de outra maneira. O SEO Off-Page muitas vezes é confundido apenas com link building. Claro que essa parte é bastante importante, mas o SEO Off-Page não se resume somente a isso.

Firmar parcerias com outros sites ou blogs, investir na produção de conteúdo para redes sociais e fazer um bom gerenciamento de comentários em mídias e redes sociais faz parte de todo um planejamento Off-Page.

Porém, é bom destacar esse lado do link building, já que ter um site apontando para o seu link é um dos principais critérios utilizados pelo Google para posicionar bem o seu site.

Ter um site de restaurante, agência de turismo, ou de dicas de viagens apontando para o seu site significa para o Google que aquele site está indicando o seu como um site relevante e confiável. Pode ter certeza de que isso conta muitos pontos para melhorar o seu posicionamento!

O Google não lê um site da mesma maneira como o usuário

Você não deve se esquecer de que o Google não consegue enxergar um site como um usuário o enxerga. Enquanto você pode ver imagens e vídeos, o Google só consegue identificar códigos.

Por isso a importância de se trabalhar bem o SEO de vídeos e imagens em um site, como, por exemplo, a tag alt em imagens. Isso facilita para que os robôs de buscas entendam do que se trata o conteúdo e se ele está coerente com o resto do proposto.

Quando as imagens ou vídeos não recebem as tags necessárias, o Google passa a enxergá-las como um amontoado de nada no meio do site. E isso é terrível para o ranqueamento geral das páginas na web.

Não se esqueça também de que o Google possui mais de 200 critérios para avaliar uma página e determinar o seu posicionamento. Portanto, todo investimento em SEO é válido para ultrapassar a concorrência.

Conteúdo precisa se destacar

Contudo, as técnicas de SEO não são a única coisa com a qual você deve se preocupar na hora de criar o seu conteúdo. Não se prenda demais às técnicas em si. A qualidade do conteúdo oferecido deve sempre ser superior.

O tamanho dos conteúdos oferecidos em seu site também influencia no seu posicionamento. Geralmente, conteúdos acima de 2.500 palavras ganham as primeiras posições, já que em teoria são mais completos para o usuário.

Mas isso não é uma regra. Claro que pode variar bastante de acordo com o site, com a proposta e com a sua persona. Não adianta criar um texto com mais de 2 mil palavras se a sua persona se adapta melhor aos textos de 500 palavras.

Algumas dicas para que você melhore o conteúdo do seu site

Para que você possa melhorar o posicionamento do seu site, seja ele de um hotel, hostel ou pousada, confira algumas dicas rápidas abaixo para melhorar o seu conteúdo!

Título Interno

Título interno e SEO Title são duas coisas diferentes. O SEO Title é aquele título que servirá como chamada para que o leitor acesse o seu site. Já o título interno deve ser diferente e chamativo, além de coerente com o conteúdo. Ele será o título principal que o leitor verá assim que entrar na sua página.

Diferentemente do SEO Title, o uso de uma keyword não é obrigatório. Porém, atente ao fato de que o título deve ser muito interessante, chamativo, e de preferência que busque solucionar um problema. É claro que ele deve ser solucionado ao longo do texto!

URL amigável

A URL também é um dos critérios utilizados pelo Google para posicionar um site. URL’s muito grandes não são ideais para os robôs de busca. O ideal é que eles contenham a palavra-chave inserida, o que também ajuda os robôs a posicionarem melhor a página.

Conceito-chave: a URL deve ser separada por hífens (cada palavra), deve estar relacionada com o título e de preferência não deve conter números, símbolos, letras maiúsculas, etc. Quanto mais limpa e direta ela for, contendo a palavra-chave, melhor.

Cabeçalho

Cabeçalho ou Heading Tag é uma forma de você hierarquizar o conteúdo do seu site. Os títulos podem ser classificados de H1 a H6, e quanto maior o número, maior a especificidade do assunto.

Veja um exemplo:

  • Hotéis em São Paulo – H1
  • Hotéis em São Paulo em baixa temporada – H2
  • Hotéis em São Paulo em baixa temporada com sauna e piscina aquecida – H3

Lembrando que o H1 deve sempre ser o título principal do seu texto (não deve usar mais de um por página) e que a palavra-chave deve sempre estar inserida em pelo menos um título H2.

Os títulos H2 e H3 não precisam necessariamente ser mais específicos. Eles podem ser usados como subtítulo principal e subtítulos secundários.

Palavra-Chave

A melhor forma de você pesquisar uma palavra-chave é em buscadores como  o SEMRush ou o Planejador de Palavras-Chave do Google Adwords.

É importante que ela seja sempre inserida no título H1, em pelo menos um título H2, na URL do texto e nas tags das imagens.

É importante também que ela seja inserida de uma forma natural dentro do texto. Nada de usá-la excessivamente em uma mesma página. O Google detectará alguma hora como Black Hat, o que pode prejudicar o seu posicionamento.

É importante também que ela seja inserida de forma coerente com o texto, já que o Google avalia tanto a semântica quanto a qualidade do conteúdo.

Site responsivo

Hoje em dia, é essencial ter um site ou blog responsivo, já que a maioria dos usuários utiliza mobile para acesso à internet. Um dos critérios utilizados pelo Google é a responsividade de um site.

Se o seu site está preparado para ser acessado de um tablet ou de um celular, ganhará uma posição ainda melhor.

Se ainda não está otimizado, providencie isso o quanto antes para evitar cair no posicionamento.

Tempo de carregamento da página

Graças à alta velocidade de que dispomos hoje em dia, os usuários não têm mais muita paciência para esperar mais do que 4 ou 5 segundos para acessar uma página.

Outro critério utilizado pelo Google para definir um bom posicionamento é a velocidade de carregamento das suas páginas. Se elas estão demorando demais, é interessante verificar o que pode estar atrapalhando o desempenho e corrigir em tempo, antes que o Google faça o seu site cair em algumas posições.

E o que significa SEM?

O termo é semelhante ao SEO, mas não confunda. SEM significa Search Engine Marketing, e o objetivo deste conjunto de técnicas de marketing é promover uma página dentro de um buscador.

O SEM pode ser dividido em duas partes: SEO (tráfego orgânico) e links patrocinados (tráfego pago).

Os links patrocinados (Facebook Ads ou Google Adwords) além de ocuparem as primeiras posições no site de buscas, têm a vantagem de oferecer o PPC, ou Pay Per Click. Isso significa que cada clique gera um custo para o investidor.

Contudo, pagar pelo tráfego não significa necessariamente que o nome do seu hotel ou pousada ocupará sempre a primeira página. É preciso segmentar as campanhas e otimizá-las de forma que possam ser posicionadas nas primeiras colocações.

Além disso, com o passar do tempo o anúncio pode perder força. Um erro que você não deve cometer é investir somente em tráfego pago e esquecer-se do SEO, já que os dois devem estar sempre em equilíbrio. Até porque, utilizando um software como o Google Analytics, é possível constatar que mesmo que um anúncio pago ocupe a primeira página, não receberá o mesmo número de cliques dos resultados orgânicos. Isso acontece porque as estratégias de SEM para SEO e links patrocinados é bastante diferente.

***
Como você leu, para colocar seu site nas primeiras páginas do Google e destacar seu hostel, hotel ou pousada, precisar dar uma atenção especial para os links patrocinados e sobretudo para o SEO de suas páginas. As duas técnicas unidas são fundamentais para o marketing do seu negócio hoteleiro!

E o que acha de conferir também mais dicas interessantes em nosso ebook Guia Definitivo do Marketing Digital para Hotéis e Pousadas. Baixe agora gratuitamente!